Programas

A AEBAS divide todas as suas ações em dois grandes programas: Ampliando Horizontes e Acompanhamento Familiar e Comunitário conforme gráfico abaixo

Ampliando Horizontes

O programa tem como objetivo ampliar o conhecimento e as oportunidades de crianças e adolescentes.

São realizadas oficinas socioeducativas nas áreas artísticas, culturais, esportiva, além do apoio pedagógico. Os jovens também participam de atividades voltadas aos direitos humanos e diversidade, cultura de paz, empreendedorismo, sustentabilidade e reflexão, sempre proporcionando um olhar crítico e incentivando o protagonismo na história de cada um - com novas habilidades e conhecimento.

Para execução deste projeto, são desenvolvidas as seguintes oficinas:

  • Oficinas do Saber,

  • Oficinas Artísticas e culturais

  • Oficinas desportivas.

Acompanhamento Familiar e comunitário

Para execução deste programa, são desenvolvidas as seguintes atividades:

1. Integração, atendimento e orientação social às famílias das crianças e adolescentes inseridos nos CAS.


-
Atendimento e orientação social, realizados por assistentes sociais e psicólogos com as famílias inseridas no CAS/AEBAS e da comunidade, acolhemos as demandas apresentadas, proporcionando um espaço de escuta qualificada e informando sobre os direitos sociais e as formas de acesso através das políticas públicas.
- Realização do Grupo Entre Famílias, que se trata de um grupo terapêutico realizado por nossa psicóloga e assistentes sociais, que tem como objetivo formar uma rede de apoio, fortalecendo os vínculos familiares e comunitários através da troca de experiências entre as famílias das crianças e adolescentes atendidos.
- Organização e realização dos encontros de Chá da Família e demais eventos ocorridos nos CAS durante o ano (reunião de responsáveis, festas, datas comemorativas).


2. Articulação da AEBAS com a Rede de Atendimento e Equipamentos Sociais na comunidade.

- Visitas e contatos institucionais para divulgação da AEBAS e efetivação de parcerias com instituições que compõem Rede de Atendimento às crianças e adolescentes. Representação em reuniões intersetoriais, Conselhos de Direitos (CMAS, CMDCA, Fórum de Políticas Públicas), Conferências e encontros vinculados à área da criança e do adolescente.

- Promoção/articulação/participação em palestras para a comunidade, proporcionando o acesso a informações relacionadas aos temas trabalhados ou de interesse das famílias.

3. Inserção e monitoramento da permanência das crianças e adolescentes na Educação Integral.

- Acompanhamento da permanência da criança e do adolescente na escola. Atualização permanente das listas de crianças e adolescentes inseridas nos CAS, para verificar o número de vagas disponíveis e inserir novas crianças e adolescentes conforme meta de atendimento. Entrevista com a família para apresentação e inserção no CAS e preenchimento de matrícula e cadastro; Contato com as famílias de crianças e adolescentes com índice elevado de ausências; Efetivação de desligamento por meio de conversa com a família, através de visitas domiciliares, atendimento individual ou contatos telefônicos, avaliando-se em cada caso o instrumento adequado, a fim de compreender o motivo do desligamento e, dentro do possível, evitá-lo.